Luan volta a brilhar pelo Grêmio e fica perto de marca histórica na Arena

Grêmio
Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

A vitória do Grêmio sobre o Deportes Iquique, do Chile, nesta terça-feira, passou pelos pés de Luan. Com dois gols, o atacante brilhou e pavimentou o caminho para o tricolor vencer por 3×2 em sua estreia em casa na Libertadores de 2017. De quebra, o camisa 7 se aproximou de uma marca histórica na Arena: ele precisa de mais três gols para se tornar o maior goleador da história do estádio.

O único que ainda consegue se manter em posição de vantagem sobre Luan neste quesito é o argentino Hernán Barcos, que atualmente defende a LDU, do Equador. O centroavante jogou no Grêmio entre 2013 e 2015, marcando um total de 28 gols na Arena neste período. Luan, por sua vez, chegou a 26 gols marcados com os dois desta terça-feira.

LEIA MAIS:

Uma noite de Libertadores na Arena: churrasco, dúvida “errada” e cochilo em campo

Otimista, Douglas mira Libertadores e estipula prazo de retorno

Em “alto nível” no Palmeiras, Fernando Prass explica insucesso no Grêmio

O primeiro deles foi uma pintura. Luan recebeu na entrada da área pelo lado direito e notou o goleiro adversário um pouco adiantado. Com uma batida seca, a bola foi morrer no fundo das redes e abriu o caminho para a vitória tricolor. Ele marcou o segundo gol e até poderia ter feito o terceiro, mas dessa vez quem bateu o pênalti foi o equatoriano Miller Bolaños, que converteu.

Barcos e Luan, por coincidência, foram companheiros de ataque na temporada de 2014, a primeira de Luan como titular absoluto da equipe gremista. No início do ano seguinte, o argentino rumou ao futebol chinês e abriu espaço para que o camisa 7 crescesse na “briga” pela artilharia geral da Arena – inaugurada no final de 2012 e desde então a casa oficial dos gremistas.

A menos que o inesperado aconteça, Luan fatalmente quebrará essa marca em 2017. E poderá até ser nesta semana, já que o Grêmio recebe na Arena, no domingo, o Novo Hamburgo, pela partida de ida da semifinal do Gauchão. Mesmo em meio à disputa da Libertadores, o tricolor seguirá usando os titulares no estadual e Luan estará mais uma vez em campo.



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.