Superestimado? Comentaristas divergem sobre elencos de Cruzeiro e Atlético; veja

Cruzeiro e Atlético-MG elenco
Reproducao: ESPN Brasil
Cruzeiro e Atlético-MG terão pela frente uma sequência dura de jogos decisivos e com pouco tempo de recuperação. É o momento de Raposa e Galo mostrarem o verdadeiro poderio de ambos os elencos. Este, inclusive, foi um dos temas debatido no programa “Linha de Passe”, da ESPN Brasil.

Para o comentarista Arnaldo Ribeiro, o time comandado por Mano Menezes possui mais peças de reposições que o alvinegro. “O Cruzeiro joga sem dois dos seus principais jogadores no meio de campo, como Henrique e Robinho. Tem a possibilidade de ter um ataque rápido e um centroavante importante. Agora está voltando o Fábio e o Dedé. São várias alternativas. É um dos melhores elencos do país. Acho melhor que o do Atlético, mais completo. O Atlético se perde por lesão o Robinho ou o Fred, está morto. Está sofrendo sem o Victor. Evidentemente que ele também tem bons jogadores, acontece que na minha opinião o Cruzeiro está preparado para as três competições (Mineiro, Copa do Brasil e Sul-Americana)“, afirmou Arnaldo.

LEIA MAIS:

Atlético-MG deve ter novidade contra o Sport Boys; veja formação do time

Com “mudanças”, Mano faz esboço do Cruzeiro para encarar o São Paulo; veja

Campeão da Libertadores de 2016, Rueda elege 5 grandes clubes do Brasil; veja

Outro ponto é que o treinador do Cruzeiro é mais experimentado que o do Atlético. O Roger ainda não atingiu o nível do Mano, mas pode chegar lá“, completou.

Em contrapartida, Gian Oddi discorda da visão do colega de emissora e acredita que o Galo ainda está na frente da Celeste. “Eu não questiono a força do plantel do Cruzeiro, mas não acho ele mais forte que o Atlético“, analisou Gian.

“Gosto mais do elenco do Cruzeiro que o do Atlético. O potencial de alguns jogadores do Galo não é diferente por exemplo do Marquinhos Gabriel, Giovanni Augusto e Guilherme (Corinthians)”, diz Juca Kfouri.

Cruzeiro superestimado?

O jornalista Mauro Cezar Pereira ainda aguarda um grande teste para saber a real potência da Raposa. Apesar de já ter vencido por duas vezes o seu maior rival em 2017, Mauro faz algumas ressalvas.

O Cruzeiro não foi testado até agora. Derrotou o Galo naquele início de ano quando não valia nada. Neste último com a expulsão do Fred o jogo ficou diferente. Mesmo assim fez um gol com o Elias e por pouco não empatou. Semana passada contra o pequeno Nacional, do Paraguai, teve dificuldades para vencer. Precisou colocar o Ábila para resolver a parada. É um time superestimado, pois não jogou contra ninguém. Enfrentou os pequenos de Minas e se saiu bem em dois clássicos. A partir do momento quando cruzar com o São Paulo e outros, saberemos melhor o nível do time“, destacou Mauro.

Na última rodada do Estadual, ambas as equipes utilizaram um time alternativo. O Cruzeiro venceu o Democrata, no Mineirão. Já o Atlético foi derrotado pela Caldense, em Poços de Caldas.

Amanhã pela Copa do Brasil, a Raposa encara o São Paulo. Pela Libertadores, o Galo recebe o Sport Boys, na Arena Independência. Já no final de semana, o compromisso é valido pelas semifinais do Campeonato Mineiro.