Federer “pendura” raquete e solta a voz com participação de Djokovic; assista

Reprodução/ Youtube

Dois meses depois de sua “primeira incursão musical”, o tenista suíço Roger Federer resolveu atacar de novo como cantor. Ele repetiu a formação da banda que fez sucesso durante o Australian Open, com o alemão Tommy Haas e o búlgaro Grigor Dimitrov, acompanhados do pianista David Foster.

LEIA TAMBÉM:
Análise: qual a importância dos torneios Masters 1.000 para os tenistas?

Dessa vez, todavia, Federer e os demais contaram com a participação especial do sérvio Novak Djokovic. Aparentemente Nole fez bem ao trio de “esquerdas de uma mão” (the one handed). Como em janeiro deste ano, os tenistas cantores arriscar em “Hard to Say I’m Sorry”, da banda Chicago.

Federer postou o vídeo em suas redes sociais e brincou: “Não, sério, estamos começando a formar uma boyband: The one handed #BackhandBoys”.

Assista!

Nesta sexta-feira, Federer garantiu vaga nas semifinais do Masters 1.000 de Indian Wells, nos EUA, sem precisar entrar em quadra. Seu adversário, o australiano Nick Kyrgios, abandonou o torneio por causa de uma intoxicação alimentar. Cabeça de chave 10, o suíço aguarda o vencedor do jogo entre o japonês Kei Nishikori e o americano Jack Sock.

A outra semifinal em Indian Wells já está definida. O também suíço Stan Wawrinka encara o espanhol Pablo Carreño Busta, grande surpresa da competição até aqui.



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.