Seleção Masculina de Handebol garante vice em torneio pré-Mundial

Seleção Masculina de Handebol garante vice em torneio pré-Mundial
Divulgação/CBHb

Em preparação para o Mundial Masculino de Handebol, a seleção brasileira encerrou em segundo lugar neste domingo (8) a disputa da Yellow Cup, na Suiça. Os comandados de Washington Nunes decidiram contra os donos da casa o título da competição. Nas partidas anteriores, o Brasil conquistou duas importantes vitórias contra Romênia (25 a 24) e Eslováquia (30 a 20), deixando boa expectativa para o mundial.

No dia 11 de janeiro de 2017 a seleção estreia no Mundial Masculino de Handebol contra os donos da casa e atuais campeões do mundo, a França. Durante a Yellow Cup, o treinador pôde testar novas formações e observar os jovens jogadores convocados para a competição que virá. Washington Nunes assume a seleção brasileira depois do excelente trabalho de Jordi Ribera, treinador que comandou a seleção em seu melhor resultado na história em olimpíadas na Rio-2016.

LEIA MAIS:
SELEÇÃO MASCULINA DE HANDEBOL É CONVOCADA PARA O MUNDIAL; CONFIRA A LISTA

O placar contra a Suiça foi de 25 a 27 (14 a 14 no primeiro tempo) e trouxe o vice campeonato para o Brasil. Mesmo sem o título, a equipe verde e amarela conseguiu duas importantes vitórias contra seleções europeias e pôde testar novos jogadores e esquemas, como descreveu o treinador brasileiro.

“Foi uma partida como queríamos, com uma boa preparação dos jogadores. Conseguimos novamente incluir os mais jovens e isso foi bom. Também nos mantivemos boa parte do jogo à frente. No primeiro tempo cedemos um pouco e eles empataram, aí, no segundo, passamos uns quatro gols à frente e ficamos um bom tempo assim. Porém, como estamos em preparação, alguns atletas tinham que entrar e participar do jogo, com isso, tivemos uma pequena oscilada, mas mesmo com essas mudanças, eles deram conta direitinho”, disse Washington Nunes ao site oficial da CBHb.

A chega nessa segunda-feira em Paris para seguir em preparação para a estreia no dia 11, na Accorhotels Arena, às 17h45 (horário de Brasília). Brasil e França estão no Grupo A, considerado o grupo da morte, junto com Polônia, Japão, Noruega e Rússia.



Jornalista formado pela USCS, apaixonado por esportes, cultura e comunicação. Ex-atleta em atividade, pensa que sabe algo sobre futebol, handebol e esportes americanos.