Mundial de Handebol: Conheça os adversários do Brasil na primeira fase

Cinara Piccolo/Photo&Grafia
Cinara Piccolo/Photo&Grafia

Após ficar com a segunda colocação da Yellow Cup, o Brasil finalmente irá jogar o Mundial de Handebol 2017 e a competição já começa na próxima quarta-feira, 11.

LEIA MAIS!

SELEÇÃO MASCULINA DE HANDEBOL É CONVOCADA PARA O MUNDIAL; CONFIRA A LISTA

Depois de excelente campanha em 2015 e ter ido bem nos Jogos Rio 2016, o time brasileiro terá a responsabilidade de encarar o atual campeão do torneio e o anfitrião da competição, a equipe da França.

O último duelo que aconteceu entre os times foi nos Jogos Rio 2016, a França foi a culpada por eliminar e tirar os meninos brasileiros da competição olímpica, apesar disso, os franceses tiveram muito mais dificuldades do que imaginavam.

Além da França, o Brasil enfrentará outros 4 times e Torcedores.com falará um pouco sobre cada equipe para deixar você por dentro deste Mundial.

França: Atual campeão mundial, a França chega na competição com muita moral, além de ter 5 títulos e ser um dos maiores campeões, o time também é o atual vice-campeão olimpico, tendo perdido para a Dinamarca na final. É a grande favorita do torneio.

Polônia: Quarta colocada nos Jogos Olimpicos, a Polônia tem tido um crescimento grande no Handebol, mas ainda não conquistou nenhum título no esporte. A melhor campanha em um Mundial aconteceu em 2007, quando ficou com o vice-campeonato.

Japão: A pior equipe do grupo, o Japão chega como a zebra, além de não ter participado do último Jogos Olimpicos, a equipe tem feito poucas campanhas boas nos últimos campeonatos mundiais.

Noruega: De volta ao Mundial depois de seis anos, o time da Noruega não tem tido o mesmo sucesso no masculino, que tem no feminino. O melhor resultado da equipe aconteceu no Campeonato Europeu do ano passado, quando disputou pelo bronze.

Russia: Apesar de não ter ido para os Jogos Olimpicos de 2012 e 2016, a Rússia é uma equipe que tem muita tradição no Handebol, tendo conquistado 1x Campeonato Europeu em 96, dois mundiais em 93 e 97 e ganho ouro em Sidney 2000.

Foto: Cinara Piccolo/Photo&Grafia



Nascido em Sorocaba, acompanha futebol desde os 8 anos e é apaixonado pelo europeu. Tem simpatia pelo Argentino e também gosta muito do Brasileiro. Basquete é outra opção boa.