Mercedes confirma saída de Lowe, que se aproxima da Williams

REPRODUÇÃO/ SITE MERCEDES

Paddy Lowe e Mercedes, através de um comunicado,  confirmaram na tarde desta terça-feira (10) o fim da parceria entre ambos. Lowe, que até então era o diretor técnico da equipe tricampeã e um dos responsáveis pelo sucesso das flechas prateadas  pode estar de mudança para a rival Williams, segundo o site ‘Motorsport.com’

LEIA MAIS: 

EX-DIRETOR DA FERRARI DIZ QUE HOJE NÃO REPETIRIA “ERRO” COM RUBINHO E SCHUMACHER

A saída de Lowe é mais um dos problemas que a atual campeã vem enfrentando durante a pré-temporada, em novembro Nico Rosberg anunciou sua aposentadoria de forma surpreendente e precoce. Não é por acaso que Toto Wolff, chefe da equipe, lamentou a saída de seu diretor técnico. “Paddy foi uma peça importante para o nosso sucesso e agradecemos muito pela contribuição nesse capítulo importante da história da Mercedes no automobilismo. Sucesso na F1 não tem a ver com indivíduos, e sim com a força e o conhecimento técnico de toda uma organização. Temos o talento necessário para seguir nosso sucesso recente e queremos crescer a partir disso em 2017”

Já Paddy Lowe preferiu exaltar o trabalho feito em conjunto com a Mercedes e destacou que está atrás de novos desafios: “Tive três anos e meio de sucesso fantástico na Mercedes, trabalhando com uma equipe de pessoas incríveis. Agora estou pensando em um novo desafio e desejando o melhor para todos na Mercedes”, falou.

Segundo a BBC, quem poderá ocupar o cargo, agora vago, na Mercedes é James Allison, ex-diretor técnico da Ferrari.