Carli Lloyd ganha prêmio de melhor jogadora do mundo

Reprodução/Facebook Fifa
Reprodução/Facebook Fifa

Nesta segunda-feira (09), o mundo conheceu através do Prêmio Melhores do Mundo da FIFA, aqueles que brilharam no futebol no ano de 2016. Mais uma vez, o Brasil foi representado entre os finalistas, com o gol mais bonito do Marlone, jogador do Corinthians e melhor jogadora do mundo com a “rainha” Marta. O troféu ficou com Carli Lloyd.

Marta concorreu em doze edições anteriores, ficando de fora apenas no ano de 2015, provavelmente por uma campanha fraca do Brasil no Mundial do Canadá. Ganhou o último prêmio em 2010 e até então, é a maior vencedora da premiação levando o título por cinco vezes. Ficou em segundo lugar por três vezes e em terceiro lugar por duas vezes.

LEIA MAIS: PRÊMIO FIFA: CONFIRA O FIGURINO DOS ATLETAS NA CERIMÔNIA
MESSI NÃO PARTICIPARÁ DO EVENTO DA FIFA NESTA SEGUNDA-FEIRA
MOHD FAIZ SUBRI SUPERA MARLONE E FATURA O PRÊMIO PUSKÁS DE 2016

Eleita melhor jogadora do mundo em 2015, a americana Carli Lloyd foi à Suiça em busca do bicampeonato e conquistou. Ganhou o troféu após ajudar os Estados Unidos a vencer a final da Copa do Mundo de 2015, contra o Japão, quando ajudou a construir o placar de 5 a 2 marcando três gols. Recentemente, a camisa 10 dos Estados Unidos, lançou sua biografia “When Nobody Was Watching” destacando os bastidores da final da Copa do Mundo, no Canadá onde foi uma das protagonistas.

Carli Lloyd, joga no Houston Dash desde 2015. Conquistou o ouro olímpico por duas vezes com a seleção americana, nos anos de 2008 e 2012.

Considerada por muitos uma presença surpresa entre as finalistas, Melanie Behringer, de 31 anos, foi campeão olímpica com a seleção da Alemanha em 2016. Artilheira da competição com cinco gols, foi responsável por um dos gols da vitória por 2 a 1 contra a Suécia na final.

Melanie Behringer defende a camisa do Bayern de Munique desde o ano de 2014, já conquistou a Copa do Mundo com a Alemanha no ano de 2007 e venceu por duas vezes a Euro Feminino nos anos de 2009 e 2013. Pelo Bayern, venceu a Liga Alemã Feminina em 2014/2015 e 2015/2016.