Jean Alesi fala em decisão errada no retorno de Massa

Foto: Reprodução/Facebook Felipe Massa - oficial
Foto: Reprodução/Facebook Felipe Massa - oficial

Os brasileiros e boa parte do mundo do automobilismo ficou satisfeito com o “possível” retorno de Felipe Massaa disputa da F1 já nessa temporada de 2017. Com a eminente ida de Bottas para a Mercedes, a Williams falou com o brasileiro que já tem contrato, mas para o ex-piloto francês Jean Alesi, Massa retornar ao certame é uma decisão errada. “Francamente, eu acho que seria uma decisão errada. Felipe parou, já virou uma página. E se a Williams não for rápida?”, disse Alesi os jornal ‘La Gazzetta dello Sport’.

Felipe Massa tem seu contrato baseado na ida de Bottas para a Mercedes, mas esse fato ainda não foi confirmado, e caso não venha a ser, o acordo do brasileiro passa a ser inválido. O finlandês é o favorito a substituir o aposentado Nico Rosberg.

O principal fato da Williams chamar o brasileiro de volta é a sua experiência, uma vez que com 14 temporadas em seus currículo, um carro totalmente novo para essa temporada e um companheiro de equipe de apenas 18 anos, Felipe Massa se torna peça fundamental para o nascimento de um carro forte da equipe inglesa.

Ainda em entrevista ao jornal ‘La Gazzetta dello Sport’, Alesi que esteve na F1 entre as temporadas de 1989 e 2001 e conquistou apenas uma vitória no GP do Canadá de 1995, falou sobre a aposentadoria de Rosberg. “Pensei a mesma coisa que Lauda: fiquei surpreso e com raiva. Não entendo o motivo de anunciar a aposentadoria na mesma semana em que ganha o título. Mas então, pensei no Senna, que disse que correria pela Williams sem receber nada, como ele se esforçou para fazer o acordo acontecer, e depois morreu. Então, talvez Nico simplesmente não quisesse mais correr”, concluiu.

Jean Alesi passou por seis equipes na F1, (Tyrrell, Ferrari, Benetton, Sauber, Prost e Jordan), teve como melhor posição da disputa do campeonato de pilotos, dois quartos lugares nas temporadas de 1996 e 1997, com 202 GPs, 201 largadas, uma vitória, duas poles, quatro voltas rápidas, 32 pódios e 241 pontos marcados, Alesi chegou a disputar algumas temporadas no DTM após deixar a Fórmula 1.