Fernandinho não se reapresenta ao Grêmio e pode permanecer no Flamengo

Flamengo
Gilvan de Souza/Flamengo

Fernandinho não estará entre as caras novas que aparecerão na reapresentação do Grêmio nesta quinta-feira, na Arena, em Porto Alegre. De férias em Pernambuco, o atacante pediu mais dois dias de liberação para a diretoria tricolor, que prontamente o atendeu. Ele ainda negocia a permanência no Flamengo, clube pelo qual estava emprestado durante a última temporada.

Apesar de Renato Gaúcho nutrir simpatia pelo atacante, o Grêmio não deverá ser o seu destino em 2017. A tendência é que o clube gaúcho negocie uma rescisão amigável com Fernandinho, que, desta forma, ficaria livre para negociar sua permanência no Flamengo. De acordo com o Globoesporte.com, um dos obstáculos para a negociação com a equipe da Gávea é o tempo de contrato. O Fla quer dois anos; Fernandinho, três.

No Grêmio, Fernandinho trilhou um caminho de altos e baixos e muito por isso não tem sua volta pedida por unanimidade pela torcida tricolor. Seu melhor momento com a camisa do Grêmio foi após o Gre-Nal dos 5×0, na Arena, em 2015, quando marcou um gol e foi um dos destaques. Acabou emprestado para o futebol italiano após voltar a oscilar e no ano passado voltou a fazer bons jogos com a camisa do Flamengo.

A nova atualização da “novela Fernandinho” contradiz a própria postura da diretoria flamenguista, que garantia na semana passada que o jogador se reapresentaria ao Grêmio nesta quinta-feira.

“O Fernandinho foi muito bem conosco. É um profissional exemplar e querido por todos. Se houver a possibilidade de extensão do empréstimo, vamos avaliar com carinho. Mas primeiro vamos aguardar uma posição do Grêmio sobre a ideia de utilização do jogador para depois tentarmos algo”, havia dito o diretor-executivo do Flamengo, Rodrigo Caetano, ao jornal Zero Hora.

Sem Fernandinho, o Grêmio seguirá buscando um atacante para a temporada de 2017. Recentemente, a equipe gaúcha se frustrou nas negociações de Kayke e Gabriel Fernández, que não acertaram mesmo após desembarcarem em Porto Alegre.

 

 

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.