Ferj espera Maracanã reaberto na semifinal da Taça Guanabara

Flamengo
Crédito de imagem: Divulgação Copa do Mundo 2014

O Maracanã já tem data para ser novamente utilizado. Ao menos é o que espera a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), que estipulou que deseja ver o estádio liberado para ser usado no dia 25 de fevereiro, quando acontecem as semifinais da Taça Guanabara.

De acordo com o Globoesporte.com, o presidente da Ferj, Rubens Lopes se reuniu com representantes do governo do Rio de Janeiro e de três empresas, a Sunset (do ramo de segurança), Greenleaf (que cuida de gramados de futebol) e Binarios (de engenharia) para buscar um acordo para que o estádio fique em condições de uso para o final de fevereiro.

LEIA MAIS

SONY ANUNCIA PLAYSTATION 4 SLIM VERSÃO GLACIER WHITE

ESPOSA DE LUIS FABIANO COMEÇA SEGUIR PERFIL EM REDE SOCIAL E ANIMA TORCIDA DO VASCO

CHAPECOENSE SUPERA 6 TIMES “GRANDES” EM NÚMERO DE SEGUIDORES NAS REDES SOCIAIS

A intenção é de que o governo fluminense libere uma vistoria a ser feita no Maior do Mundo para averiguar o real estado do estádio, que passando por um processo de abandono e deterioração desde o final dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, resultante de um empasse entre Estado e a empresa que administra o Maracanã.

“A essência é a formação de uma força-tarefa com todos para que coloquemos o Maracanã em condições mínimas para que seja utilizado nas semifinais da Taça Guanabara. Ainda não conseguimos fazer esse diagnóstico e isso só será feito a partir do momento em que o governo autorize que todos adentrem o estádio para ver suas dependências e e equipamentos para traçarmos um plano daí em diante”, afirmou Lopes.

“Estou otimista quanto a isso, mas é preciso que isso seja resolvido de imediato. À medida que o tempo passa, as coisas ficam mais difíceis. O gramado hoje parece um campo de milho ou de trigo”, completou o dirigente.

As noticías de que bustos e outros objetos do estádio tem sido furtados causou preocupação na Ferj, que convocou para o dia 17 uma reunião com os clubes para debater medidas para tentar reabrir o estádio, que foi utilizado pela última vez no dia 28 de dezembro, quando foi realizado o Jogo das Estrelas.

 

(Crédito de imagem: Divulgação/Copa do Mundo 2014)