Esperança? Palmeiras também havia descartado a contratação de Felipe Melo

Mattos
Crédito de imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

O diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, concedeu uma entrevista para a Fox Sports nesta terça-feira (10) e, praticamente, descartou as contratações de Miguel Borja e Lucas Pratto, nomes mais cotados para assumir a vaga deixada por Gabriel Jesus no ataque do Verdão. 

” Sobre esses jogadores, quero dizer ao nosso torcedor para não criar expectativa. No Brasil, é impossível chegar nos valores que estão sendo falados”, disse o diretor do Palmeiras.

LEIA MAIS:
Saiba quanto o Palmeiras já gastou com reforços para 2017
Afinal, de onde o Palmeiras tira ‘tanto’ dinheiro para contratações?
Entenda porque o Palmeiras não deve renovar com a Adidas agora

Mas, apesar da entrevista de Mattos, a torcida do Palmeiras segue confiante que as negociações tenham um final feliz para o Verdão. Isso porque o presidente do clube, Maurício Galiotte, também já havia descartado a contratação do volante Felipe Melo, e mesmo assim ele foi anunciado pelo alviverde recentemente.

Na ocasião, em entrevista à rádio Bandeirantes, a maior dificuldade era o acerto salarial. “A remuneração dos jogadores que atuam fora do Brasil é incomparável. Não temos a menor condição de chegar próximo disso. O grande jogador interessa para o Palmeiras se tivemos condições administrativas e financeiras, mas disputar a remuneração dos jogadores da Europa é realmente muito difícil”, disse Maurício Galiotte na época.

Reforços para 2017:

O Palmeiras, de novo, é um dos clubes que mais contratou nesta janela de transferências. Os nomes anunciados oficialmente pelo Verdão foram os do volante Felipe Melo (ex-Inter de Milão), do atacante Keno (ex-Santa Cruz) e dos meio-campistas Hyoran (ex-Chapecoense), Raphael Veiga (ex-Coritiba), Alejandro Guerra (ex-Atlético Nacional), do zagueiro Antônio Carlos (ex-Ponte Preta) e Michel Bastos (ex-São Paulo).