Críticas da diretoria demonstram irritação do Inter com lateral William

lateral
Ricardo Duarte/Internacional

Uma das poucas posições no time colorado que viraram o ano com um titular absoluto, agora, está vaga. O lateral-direito William não aceitou a renovação de contrato proposta pela diretoria no início da semana e foi colocado para treinar em separado – ele não foi apresentado de forma oficial ao lado dos demais companheiros na manhã desta quarta-feira, no Beira-Rio.

Na coletiva de imprensa, o vice-presidente de futebol do Inter, Roberto Melo, não fez a menor questão de esconder a irritação com a postura do lateral. Ele chegou até a citar o exemplo do jovem volante Charles, que subiu ao profissional e declarou que quer ajudar o Inter a voltar à elite do futebol brasileiro.

LEIA MAIS:

Edmundo diz que se arrepende de ter trocado o Palmeiras pelo Flamengo

Contratado no início do ano passado, zagueiro não fica no Grêmio em 2017

“Eu gostaria que ele tivesse o mesmo sonho do Charles (volante que sobe da base), que quer trazer o Inter de volta para Série A. Mas não tem este sonho, e não posso mandar nos sonhos dos jogadores. Enquanto não resolver esta situação, ele treinará separado”, criticou Melo.

A situação mencionada pelo dirigente é a oferta do Wolfsburg, da Alemanha, que pretende levar o jogador. Em nota oficial divulgada pela sua assessoria na última segunda-feira, William deixou claro que pretendia deixar o Inter pelo “sonho de jogar na Europa”. O Wolfsburg oferece 3 milhões de euros (R$ 10,1 milhões) por ele – o Inter tem direito a 65% do passe.

“Uma coisa que levamos muito em conta aqui, neste ano, é o desejo de atuar no Internacional. O William mostrou que não tem este desejo. Disse que quer jogar na Europa, não está no espírito que esperamos. Ficará treinando no Parque Gigante”, ampliou o presidente Marcelo Medeiros.

Sem William, o Inter tem oficialmente apenas o experiente lateral-direito Ceará no grupo principal para cumprir a função – a tendência é que o clube busco um novo jogador do setor no mercado.

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.