Time brasileiro fica com o terceiro lugar na Libertadores feminina

Reprodução: facebook oficial
Reprodução: facebook oficial

Dentro de um ano relativamente frustrado para o futebol feminino, já que o projeto do ouro olímpico não se concretizou, o Brasil, que ao menos foi campeão do torneio internacional de Manaus, pode se orgulhar por ter um equipe que representou o muito bem o país na Libertadores feminina. O Foz Cataratas conquistou na última terça (20) a medalha de bronze da maior competição continental de futebol feminino da América Latina.

LEIA MAIS: BRASIL VENCE A ITÁLIA E CONQUISTA O TORNEIO INTERNACIONAL DE MANAUS
EMILY LIMA MUDA O ESTILO DA SELEÇÃO
PREMIAÇÃO DA LIBERTADORES MASCULINA E FEMININA EXPÕE DISCREPÂNCIA DE VALORES

A equipe paranaense foi uma das duas representantes brasileiras na Copa Libertadores da América de futebol feminino. A outra participante, a Ferroviária, foi eliminada ainda na fase de grupos, já que ficou na terceira colocação, com quatro pontos em três partidas. Já o Foz Cataratas fez bonito na fase de grupos, pois venceu todas as três partidas e ficou com um saldo positivo de seis gols.
Na Libertadores feminina, existem apenas três grupos, no qual o primeiro de cada se classifica para a semifinal, que é disputada em jogo único, além do melhor segundo colocado, que também passa para a segunda fase. Esse ano, o melhor segundo colocado foi o Colón, do Uruguai.

O time de Foz do Iguaçu disputou a semifinal contra o Sportivo Limpeño do Paraguai, que depois viria a ser campeão do torneio continental. A equipe brasileira perdeu por 2 a 0 e então disputou o terceiro lugar contra o Colón, que havia se classificado para a segunda fase como melhor segundo colocado da fase de grupos. O jogo no tempo normal ficou no 0 a 0, o que levou a decisão para a disputa de pênaltis, na qual o Foz venceu por 3 a 1 e trouxe a medalha de bronze para o território brasileiro.



Torcedor fanático do Arsenal, apaixonado por jornalismo e apoiador do futebol feminino.