Nonô Figueiredo é campeão do Brasileiro de Marcas

Foto: Duda Bairros/Vicar
Foto: Duda Bairros/Vicar

O Campeonato Brasileiro de Marcas ou a Copa Petrobras de Marcas conheceu seu campeão neste final de semana em Interlagos. Nonô Figueiredo de Chevrolet Cruze venceu a disputa deste domingo e levantou o troféu de campeão da temporada ao atingir a marca de 246 pontos. Gustavo Martins ficou com o vice campeonato com 241. O piloto da Honda já havia ficado com a segunda posição geral em 2015.

A disputa do Brasileiro de Marcas consiste em duas corridas por final de semana e na disputa de sábado com a pista seca, Gabriel Casagrande de Renault Fluence liderava com tranquilidade até que seu modelo lhe deixou na mão na subida do café. Desta forma todo o pelotão que vinha atrás passou a lutar pela vitória que acabou com Gustavo Martins de Honda Civic. Williams Starostik terminou em segundo lugar de Renault Fluence e Daniel Kaefer de Honda Civic fechou o pódio em terceiro lugar.

Essa disputa ainda foi marcada pelo incidente envolvendo Nonô Figueiredo em Thiago Marques. O segundo acabou por acertar o primeiro que rodou e perdeu diversas posições. A direção de prova decidiu por penalizar Marques enquanto Figueiredo terminou a corrida em oitavo lugar desta forma com a inversão de grid garantindo a pole position na corrida de domingo.

Na segunda corrida do final de semana a chuva resolveu aparecer bem na hora da largada. O carro de segurança foi para a pista e Nonô Figueiredo soube bem aproveitar-se da situação e tocou seu Chevrolet Cruze com tranquilidade para a vitória em Interlagos, dando-lhe assim o título da temporada de 2016 da categoria.

A luta pelo segundo posto foi mais intensa entre Felipe Tozzo de Ford Focus e Daniel Kaefer de Honda Civic que em uma manobra bem feita assumiu o segundo posto para não abandona-lo mais. No final Tozzo com seu carro homenageando a Chapecoense foi ao pódio em São Paulo.

A definição do campeonato ficou a seguinte: Nonô Figueiredo com 246 pontos foi o campeão, Gustavo Martins com 241 ficou em segundo, Vicente Orige ficou em terceiro com 2018, Guilherme Salas ficou em quarto com 199 e Daniel Kaefer ficou em quinto com 189 pontos conquistados.