Destaques da São Silvestre esperam prova dura neste sábado

São Silvestre 2016
Crédito da foto: Reprodução/TV Globo

Se depender do entusiasmo, a 92ª Corrida Internacional de São Silvestre, programada para este sábado, dia 31 de dezembro, terá vários campeões. Nesta quinta-feira, alguns dos destaques da principal prova de rua da América Latina conversaram com a Imprensa. Os brasileiros Giovani dos Santos e Joziane Cardoso, os quenianos Jemima Sumgong, campeã olímpica na Rio 2016, Wiliam Kibor, campeão da Meia Maratona de Los Angeles 2016; e os etíopes Ymer Ayalew, tricampeã da São Silvestre, Dawitt Admasu, campeão da prova em 2014; e a tanzaniana Failunga Matanga, campeã da 10k Rio em 2014, participaram da entrevista e todos foram unânimes no entusiasmo. De qualquer forma, com tantas feras reunidas, a expectativa é de uma das mais acirradas disputas da história.

A largada será na Avenida Paulista, altura da rua Ministro Rocha Azevedo, e a chegada em frente ao prédio da Fundação Cásper Líbero. A programação no dia da prova começará às 8h20, com a categoria Cadeirantes. Em seguida, será a vez da elite feminina, às 8h40. A partir das 9h será a vez das pessoas com deficiência, pelotão de elite masculino e pelotão geral (masculino e feminino), nesta ordem.

LEIA MAIS:
SÃO SILVESTRE 2016: SAIBA COMO ASSISTIR À CORRIDA DE RUA AO VIVO NA TV
VÍDEO: DENÍLSON SE EMOCIONA AO REVELAR PEDIDO DA FILHA EM JOGO BENEFICENTE

Melhor nome do Brasil na atualidade, o mineiro Giovani dos Santos diz que está bem treinado e pretende surprender. “Já fui cinco vez pódio na prova e agora está na hora de buscar o topo do pódio. Esse é o objetivo. Temos algumas surpresas na Avenida Brigadeiro Luis Antonio e vamos tentar vencer”, destacou o atleta, que este ano venceu a Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro, a Volta da Pampulha e a 10K Rio, entre outros feitos.

Com relação a coroar um ano para lá de especial, o atleta disse que ficará feliz pela torcida. “Se conseguir ganhar essa São SIlvetre, acho que ficarei mais feliz pela torcida, que sempre me apoiou e anda bastante carente”, completou Giovani.

Outro destaque nacional, Joziane Cardoso também ressaltou o excelente ano e os bons resultados alcançados. Mas para a prova de domingo, sua primeira meta é ser a melhor brasileira. “Fiz uma boa preparação e espero um grande resultado. Há adversárias fortes e quero, primeiro, lutar para ser mais uma vez a melhor brasileira”, afirmou a corredora paranaense, vencedora da Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro.

Estrangeiros

Uma das grandes atrações deste ano é a queniana Jemima Somgong, campeã olímpica da maratona nos Jogos Olímpicos Rio 2016 e da Maratona de Londres 2016, entre outras. Será a sua estreia na prova e a atleta, mesmo animada, sabe que terá dificuldades. “Sou especialista em maratonas e provas como a São Silvestre exigem mais velocidade. Tentarei fazer meu melhor no sábado”, disse.

Outro nome de respeito é a etíope Ymer Ayalew, tricampeã nas ruas de São Paulo. “Estou bem e gosto de correr aqui. Trata-se de um percurso agradável e que favorece meu estilo. Sem falar do apoio da torcida, sempre fundamental para um bom resultado. Largarei anima e buscando mais uma vitória”, como sempre.

Seu compatriota, Dawitt Admasu, campeão no ano retrasado, repetiu o entusiasmo. “Estou pronto para a prova. Fiz um treinamento forte em meu país para poder chegar aqui em condições de fazer uma boa prova e consegui o segundo título. Sei que não será fácil, mas quero vencer”, afirmou.



Jornalista em formação. Fanático por esportes, principalmente futebol. Vivo em busca de desafios e oportunidades que a vida me proporciona.