Barrichello: “Foi idêntico ao GP da Alemanha de 2000”

Foto: Duda Bairros
Foto: Duda Bairros

Vice-campeão da Stock Car, Rubens Barrichello comparou a última etapa do ano, disputada neste domingo (11) no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP), com o Grande Prêmio da Alemanha de 2000, quando venceu pela primeira vez na Fórmula 1. Segundo colocado na capital paulista nesta manhã, o piloto da Medley-Full Time rodou no início da corrida, caiu para o fim do grid, e se recuperou na estratégia de não visitar os boxes.

O campeão de 2014 minimizou a rodada que teve na sexta volta da prova, e disse que o incidente lhe deu a opção de ficar na pista quando a chuva atingiu o circuito de Interlagos, especificamente quando seu oponente optou por entrar nos boxes.

“Principalmente quando o Fraga entrou, foi idêntico àquela de Hockenheim. O Mau Mau falou ‘vamos tentar! Vem para dentro!’, e eu respondi ‘a pista está seca! Não dá para entrar’, e ele me respondeu que estava todo mundo entrando nos boxes, o Fraga entrou, e disse que iria ficar. Foi, assim, do jeito que a gente sempre foi, do jeito que tem que ser, com muita luta”, disse Barrichello, que exaltou os fãs da Stock Car na sequência.

“A gente não perde nada, não. A gente só ganha o carinho desse público, essa gritaria toda e essa luta, pois vou falar, entrei naquela chicane molhada na última volta como se fosse a última da minha vida. Entrei com tudo para tentar, mas foi por pouco”, seguiu o veterano, que fez um balanço da temporada.

“A gente teve nossos probleminhas. Santa Cruz foi nosso ponto mais baixo, apesar de conseguir um pódio. A gente fez 13 pontos naquela etapa, mas o carro não estava legal. Depois dali foi um crescimento. A gente aprendeu muito, ganhou provas e veio chegando. É um ano positivo, apesar de tudo”, encerrou.

Foto: Fábio Davini

NA CORRIDA: A Nova Série do HISTORY, toda SEGUNDA, às 23H35.
O Docu-Reality acompanha Marco Cozzi e a Equipe History durante o Campeonato Brasileiro de Turismo.
NA CORRIDA mostra a rotina corrida dos pilotos e mecânicos dentro e fora das pistas.
Tudo nessa série é intenso e veloz. Não existe tempo a perder.
Saiba mais:
http://seuhistory.com/programas/na-corrida



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.