Jadson André é o quinto colocado no Hawaiian Pro

Jadson André. 
Divulgação/WSL/ Kelly Cestari
Jadson André. Divulgação/WSL/ Kelly Cestari

O surfista Jadson André foi o melhor brasileiro dentro da água no Hawaiian Pro, em Haleiwa, no Hawaii. Jadson encerrou sua participação nessa sexta-feira, dia 18, com a quinta colocação na primeira etapa da Tríplice Coroa Havaiana, o Vans Triple Crown of Surfing. A vitória da prova acabou nas mãos do havaiano John John Florence, atual campeão mundial de surf profissional em 2016.

Leia mais:

Em Portugal, John John Florence é o grande campeão mundial de 2016

O surfista potiguar avançou até as semi-finais em Haleiwa, com 11.36, em uma disputa acirrada contra o português Frederico Morais (12.03) e o australiano Adrian Buchan (11.50).  Com o resultado, Jadson subiu dez posições no ranking de acesso e ocupa no momento a 12ª colocação, faltando apenas duas posições para manter sua vaga no circuito principal em 2017. Ou seja, o próximo desafio no Hawaii será decisivo para ele.

Jadson André ocupa atualmente a 25ª colocação do ranking mundial, onde passam para o próximo ano apenas os 22 primeiros. Por isso ele depende de resultados do circuito de acesso para se manter entre os melhores do mundo.

O segundo desafio da Tríplice Coroa Havaiana está com abertura da janela de espera agendada para o próximo dia 25. O Vans World Cup, etapa também de nível 10.000 do circuito de acesso, acontece em Sunset Beach, também no Hawaii.

Além de Jadson André, outros surfistas brasileiros dependem de um bom resultado em Sunset para conquistar ou manter sua vaga no circuito mundial em 2017.

Considerando que apenas os 10 primeiros surfistas do ranking de acesso garantem vaga para a elite do ano seguinte, a próxima parada no Hawaii será também decisiva para os seguintes atletas brasileiros: Ian Gouveia (sétimo no ranking de acesso), Bino Lopes (oitavo no ranking de acesso), Tomas Hermes (11º no ranking de acesso), Jesse Mendes (13º no ranking de acesso) e Deivid Silva (14º no ranking de acesso).

A última etapa da Tríplice Coroa, e encerramento do circuito mundial de surf profissional em 2016, é o Billabong Pipe Master, em Pipeline, com abertura da janela de espera agendada para o dia 8 de dezembro, com transmissão ao vivo pelo site da World Surf League.