NASR: “Acho que dei azar com o safety-car”

Foto: Reprodução/Facebook Felipe Nasr-oficial

O brasileiro Felipe Nasr segue trabalhando com a Sauber na busca dos pontos na temporada atual da F1, e neste final de semana no México, o piloto do carro #12 até que tentou uma estratégia diferente, mas como o prórpio preferiu definir, ele deu azar na disputa. Acho que dei azar com a fase do safety-car, que acabou aproximando todo mundo e os juntou todos em um grupo. Isso não ajudou minha estratégia, mas às vezes é assim, é corrida. Além disso, tive uma asa dianteira danificada, bem como as aletas laterais, e isso comprometeu meus tempos de volta”, afirmou”.

LEIA TAMBÉM: SATISFEITO COM DESEMPENHO, MASSA AFIRMA QUE DISPUTA FOI DIFÍCIL.

“Como eu larguei na corrida com pneus médios, era o único carro do grid a adotar uma estratégia agressiva. E isso parecia bom na primeira volta, consegui ganhar algumas posições, e também alguns dos pilotos largaram com pneus macios”, continuou Nasr que viu seu companheiro de equipe, Marcus Ericsson, terminar a corrida na 11° colocação.

O desempenho do brasileiro diante do companheiro sueco nas últimas etapas tem ficado a desejar. Chegou-se a questionar se haveria algum tipo de sabotagem com relação ao piloto tupiniquim, que rapidamente tratou de afastar tal boato.

A Sauber é a única equipe a não pontuar na temporada de 2016, e como o próprio Nasr afirmou, é bom voltar para casa e quem sabe com o futuro definido para 2017.