Surfe olímpico? COI pede entrada de esporte para Tóquio-2020

Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Já imaginou Gabriel Medina, Mineirinho, Kelly Slater e outras feras surfando em busca do ouro olímpico? No que depender de decisão do Comitê Olímpico Internacional (COI), isso pode virar realidade em breve. A entidade anunciou nesta quarta-feira (1/6) que o surfe e outros cinco esportes receberam recomendação para serem incluídos no programa dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020.

LEIA MAIS

 

A competição do esporte seria disputada em mar aberto, segundo previsão da entidade. As outras cinco modalidades citadas pelo COI para Tóquio-2020 foram o skate, beisebol, softbol, caratê e escalada. Segundo o Globoesporte.coma decisão de incluir o surfe e outros esportes tem a ver com tentar atrair a atenção do público jovem para as Olimpíadas.

Os seis esportes foram escolhidos de uma lista prévia feita pelos japoneses e de categorias que anseiam fazer parte dos Jogos. A escolha faz parte de uma série de mudanças impostas pelo Comitê Olímpico para alterar o quadro de modalidades, nas quais agora a organização pode requerer a entrada de modalidades populares em seus países para determinados eventos sem a necessidade de que estejam totalmente integrados ao programa de eventos frequentes nos Jogos.

De todos estes, apenas beisebol e softbol já foram esportes olímpicos, tendo pela última vez disputa por medalhas em 2008, nos Jogos de Pequim. A lista definitiva de modalidades a fazerem parte do programa de Tóquio-2020 está marcada para 2017.

(Crédito da foto: Reprodução/Instagram)