Futsac: Conheça mais sobre a modalidade esportiva em expansão

Reprodução/ Facebook oficial

Uma mistura de Futevôlei, com Tênis e Futebol, praticado com uma pequena bolinha recheada de plástico granulado reciclado, em uma quadra que mede 10m x 5m, com uma rede divisória de 1,5m. Esse é o Futsac, o primeiro esporte da história criado no estado do Paraná e que agora está em expansão pelo Brasil.

O esporte é dividido em três modalidades: individual, duplas e círculo – essa ainda em formatação – e tem o objetivo de derrubar a bolinha no campo adversário sem usar as mãos. No jogo somente é permitido usar os pés, pernas, tronco e cabeça para tocar na bolinha. São disputados três sets até 21 pontos.

Leia mais: Tenista Caroline Wozniacki corre risco de não participar da Rio 2016

O responsável pela criação do Futsac é o curitibano Marcos Juliano Ofenbock. A ideia veio em 1998 em um intercâmbio na Austrália após conhecer um outro esporte, o Footbag.

Aqui no Brasil, 18 anos após a ideia de Marcos, a modalidade já tem reconhecimento e está em crescimento. O Torcedores.com fez uma pequena entrevista com Marcelo Skrzyszoski, professor do Futsac, e ele nos contou como está sendo o processo de divulgação e expansão do esporte.

Torcedores.com: O Futsac é a primeira modalidade criada no estado do Paraná, e com federações em Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Há a possibilidade de se expandir para outros estados do Brasil?
Marcelo: O Futsac é sim o primeiro esporte da história criado no Paraná, e possui essas três federações nos estados do sul do Brasil. Aos poucos nós pretendemos expandir para outros estados. Em Sergipe, já estivemos capacitando professores de lá e existe um embrião da federação sergipana. Porém, nada registrado em cartório. No Rio de Janeiro, já iniciamos contato com alguns responsáveis que estão aplicando o esporte para crianças para iniciar a prática. Em São Paulo, nós temos uma parceria legal com o Sesc, onde sempre realizamos apresentações em eventos lá. Outro ponto legal é que tanto na cidade de Curitiba quanto no estado do Paraná, existem leis que reconhecem a modalidade como criação local. Assim fica mais fácil a difusão da modalidade.

Torcedores.com: Como foi o processo de reconhecimento do esporte?
Marcelo: O reconhecimento se deu através da própria evolução do esporte, com mais de 50 campeonatos realizados nos três estados. Assim, o Ministério do Esporte pede que existam três federações em três estados diferentes para a criação da Confederação Nacional, que é homologada pelo ministério tornando o esporte oficial. Além disso, nós conseguimos o cadastro no portal do Ministério, onde hoje podemos apresentar projetos para captação de recursos para a modalidade como esporte educacional e participação.

Torcedores.com: E falando em campeonato, o calendário 2016 já está disponível?
Marcelo: Quanto ao calendário, ainda não temos de forma fixa, pois dependemos de patrocínio e apoio para realização de campeonatos. Esse ano já ocorreu um campeonato aberto. Teremos um Paranaense provavelmente em julho, e estamos em negociação para um Nacional no final do ano aqui em Curitiba. Os demais ainda estão em fase de projeto.

Torcedores.com: E em relação a participação feminina no esporte?
Marcelo: O esporte não é apenas masculino. Apesar da imensa maioria ser formada por homens, já realizamos dois campeonatos femininos e existem algumas meninas que praticam sim. O que mais complica é porque o público feminino que joga bola ainda é pequeno, mas aos poucos elas estão se interessando.

Torcedores.com: Como é feita a divulgação do esporte para as outras pessoas conhecerem, já que é um esporte novo?
Marcelo: Nossa divulgação principalmente em Curitiba é realizada através de apresentações. Realizamos vivências em faculdades, realizamos ações nas escolas e locais públicos. O presidente da Confederação Brasileira e criador do esporte, Marcos Juliano, sempre realiza palestras também.

Ficou interessado? Conheça os locais de prática do esporte.

Curitiba: Parque Barigui, Parque Bacacheri, Sede da Confederação Brasileira de Futsac e Universidade Federal do Paraná (campus Jardim Botânico).
Itapema/SC: Praça da Paz  Endereço: Avenida Nereu Ramos – Centro
Blumenau/SC: Parque Ramiro Ruedger  Endereço: Rua Alberto Stein, 416 – Velha
Lajeado/RS: Parque dos Dick  Endereço: Rua Santos Filho – Centro
Viadutos/RS: Escola Municipal de Fundamental Viadutos  Endereço: Avenida Independência, 614 – Centro