FIFA deixa estrelas do Chile fora de jogos das Eliminatórias

No dia 17 de novembro do ano passado, ocorreu o jogo entre as seleções do Uruguai e do Chile, válido pelas Eliminatórias Sul-Americanas. A partida terminou com o placar de 3 a 0 para os uruguaios.

Mas, apesar do placar zerado por parte dos chilenos, Valdivia não passou despercebido. Ele nunca passa despercebido. Nervoso, o Mago recebeu a “tarjeta roja” após bater boca com o árbitro Wilmar Roldan. Vargas foi advertido por ter feito um gesto obsceno em direção da torcida, após ser substituído faltando menos de 10 minutos para o fim da partida, com o placar já em 3 a 0 para os donos da casa.

Veja a atitude de Vargas no vídeo abaixo:

Contudo, os casos foram denunciados e foram parar em julgamento da FIFA, onde a entidade máxima do futebol mundial decidiu suspender das próximas partidas da seleção chilena, válidas pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, dois de seus maiores craques, ambos bastante conhecidos no Brasil.

São eles o ex-palmeirense Jorge Valdivia e o ex-gremista Eduardo Vargas. O primeiro foi afastado dos próximos quatro jogos e o segundo ficará fora de apenas dois.

Assim, os dois ficam apenas na torcida dos jogos contra Argentina e Venezuela, nos dias 24 de março, em casa, e 29 de março, fora de casa, respectivamente. Valdivia ainda assistirá pela TV ou da arquibancada os jogos contra Paraguai e Bolívia, que ocorrem respectivamente no dia 1º de setembro, fora de casa, e 6 de setembro, em casa.



Estudante de Jornalismo de 19 anos, buscando ingressar no meio do jornalismo esportivo. Já escreveu para o portal vavel.com e agora enxerga o torcedores.com como uma ótima oportunidade de mostrar seu trabalho e dar sequencia à uma carreira profissional.