Raio-X do Santos no Paulistão: de azarão a finalista

Divulgação/Santos FC

Difícil apontar algum torcedor que não seja santista que apostou no início deste ano que o Santos seria finalista do Campeonato Paulista. Mas fato é que o Peixe surpreendeu muita gente e chegou à sétima decisão seguida do estadual.

A campanha na primeira fase foi quase a melhor de todos os 20 clubes. O desempenho do Santos só não foi melhor do que o do Corinthians, líder geral durante da fase de grupos. Mas o Santos não fez feio. Ao contrário. Em 15 jogos, a equipe somou 34 pontos em dez vitórias e quatro empates. O avinagro foi derrotado apenas uma vez, para a Ponte Preta – 3 a 1 na 12ª rodada.

Nos clássicos, o Peixe ficou invicto na primeira fase do estadual. Na 4ª rodada, a equipe empatou com o São Paulo por 0 a 0 na Vila Belmiro. Na 9ª rodada, também na Vila, o Peixe superou o Palmeiras por 2 a 1. E, na 14ª, o time empatou com o Corinthians por 1 a 1, em Itaquera.

Embalado pelo desempenho surpreendente, que passou por troca de treinador ao longo da competição, o Santos enfrentou o XV de Piracicaba nas quartas de final. E não teve problemas: despachou o Nhô Quim por 3 a 0. Na semifinal, novo encontro com o São Paulo na Vila. Mas, diferentemente do jogo da primeira fase, o Santos levou a melhor e venceu por 2 a 1.

O time estava na decisão. Como tinha melhor campanha do que o rival Palmeiras, teve o direito de fazer o segundo confronto em casa. No último domingo (26 de abril), o Verdão levou a melhor no Allianz Parque: 1 a 0. No próximo domingo (3), o Peixe recebe o alviverde na Vila Belmiro disposto a reverter o placar e voltar a erguer o troféu do Paulista, algo que não acontece desde 2012.

Vale lembrar que, até aqui, o Santos tem o artilheiro do campeonato: Ricardo Oliveira, autor de 10 gols. Ao todo, a equipe fez 34 gols na competição e sofreu apenas 14.

Crédito da foto: Divulgação/Santos FC



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.