Luis Suárez joga com maestria musical na Copa

Getty Images

O Uruguai venceu a Inglaterra com dois gols do artilheiro e melhor jogador da temporada do campeonato Inglês… mas, como assim?… Pois é, atualmente essa globalização escala qualquer palpite do bolão… Luis Alberto Suárez Díaz é o uruguaio, com um nome até meio brasileiro, astro do Liverpool… e tem uma categoria sem limites e sem fronteiras…

…de alguma maneira, os ingleses torcedores desse clube se sentem representados por ele na Copa… me arrisco a dizer que é ídolo por lá, especialmente porque joga com uma musical maestria, capaz de arrepiar aqueles que têm a sensibilidade de ouvir as melodias da bola…

LEIA MAIS:
Loco Abreu rebate críticos do Uruguai: “tem que ficar calado”
Rooney marca na Copa e Galvão comemora: “acabou a maldição”
Álvaro Pereira leva joelhada, perde sentidos, mas se recusa a sair

…Suárez e a suavidade dos sons…e alguns ainda perguntam? Por que ela procura o artilheiro?… em Liverpool, essa resposta vem de uma inspiração especialíssima…”She Loves You yeah, yeah, yeah”…meus caros amigos, o futebol tem sim essa magia… de Lennon pra Luís…”vai garoto, ela disse que te ama”…

…e o primeiro gol foi mesmo como uma “britânica” declaração de amor com a particular raça uruguaia…as redes se transformaram nas afinadas cordas para um rock romântico…”And I Love Her…” o arqueiro inglês foi pego no contrapé, mas foi importante pro palco..como se estivesse no contrabaixo…Suárez e o seu sonho….

…com o agradecimento ao fisioterapeuta que o recuperou a tempo, demonstrou a artística gratidão…ao beijar-lhe a cabeça, o goleador lhe dedicou “Help”…na tradução da canção, Suárez fez o amigo se lembrar: “E eu aprecio você estar por perto…Ajude-me, coloque meus pés de volta no chão…Help…”

…e quando tudo parecia novamente complicado, por conta do gol de empate de Wayne Rooney,..outra vez aquela sonora paixão…”I Wanna Be Your Man”, disse o camisa 9 da Celeste para aquela formosura, com pinta de Disco de Ouro…com uma dessas, ela se entregou de novo…o goleiro Hart só ouviu a sequência daquele Hit…”amo você como nenhum outro amor…Eu quero ser seu homem”…

…e, assim, os sul-americanos seguem tocando a bola e algumas gerações por essa encantadora sonoplastia do esporte…e da Copa do Mundo…



Jornalista formado pela Faculdade de Comunicação Social da Universidade Federal de Juiz de Fora. Atualmente é professor do Departamento de Televisão e Rádio da mesma faculdade.