Juninho Pernambucano: um acerto da Globo como comentarista

aposentadoria
Flickr oficial do Vasco/Divulgação

Juninho Pernambucano foi um acerto da Globo como comentarista. Com opiniões técnicas e seriedade nos comentários, ele tem sido a principal revelação entre os nomes que surgiram na TV aberta nesta Copa.

Vejo que os comentaristas de TV e rádio tem se dividido geralmente em dois perfis. Os técnicos, que são estudiosos e dão opiniões balizadas em fatos e estudos. Tem também os fanfarrões, que gostam de emitir opiniões eloquentes e polêmicas sobre o assunto, porque sabem que dão uma repercussão maior.

Geralmente, os ex-jogadores escolhem o segundo caminho. Pois na cabeça deles, quem esteve lá e viveu o campo não precisa se atualizar. Juninho Pernambucano, ao que parece, escolheu o primeiro. Não o conheço pessoalmente e não estou no dia a dia da cobertura dos colegas para saber exatamente se ele estuda. Mas quando escuto seus comentários na TV, vejo que são análises pertinentes de quem se interessa em dar um pitaco que saia do lugar comum.

“O De Jong, que a gente conhece, é de muita força física e pouca habilidade com a bola no pé. Por isso que eu não considero a Holanda tão forte, por ter muitos volantes com esse perfil”, disse durante a transmissão de Chile x Holanda pela TV Globo nesta segunda-feira. Você pode até não concordar com o cara. Mas é uma opinião com argumentos.

Se a Globo está sendo criticada por ter escalado o apresentador Alex Escobar como narrador (tema para um post seguinte), a emissora, ao que pude ver, está acertando em cheio com Juninho Pernambucano. Fiz uma enquete rápida no Twitter com essa pergunta. Dez pessoas elogiaram e só uma cornetou. Ponto pra Globo.



Jornalista de esportes desde 2005, com passagem pelo UOL e Terra. Editor de comunidades do Torcedores.com e blogueiro do renanprates.com